Imprimir

Semanas acadêmicas da Fafram destacam potencial do setor agropecuário

AddThis Social Bookmark Button

banner-secretaria-agricultura-2017O futuro do agronegócio passa pela boa formação de profissionais que atuarão nele, como os acadêmicos de Agronomia e Medicina Veterinária de Ituverava presentes à abertura das semanas acadêmicas da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram). A jornada de produção e intercâmbio de conhecimento foi aberta na última segunda-feira, 23, pelo secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, destacando ao público a vocação do Brasil para a produção agrícola.

Arnaldo Jardim lembrou que historicamente o Brasil não é o berço da agricultura, mas é o futuro dela por ser um país privilegiado com alta incidência solar e disponibilidade de recursos hídricos, o que aumenta ainda mais a responsabilidade dos futuros agrônomos e veterinários. Uma formação de qualidade garante que eles tenham capacidade de alavancar a produção de alimentos brasileiros para o mundo.

O secretário elogiou a programação da XVIII Semana Agronômica e XIII Semana de Medicina Veterinária, que inclui palestras e cursos práticos, e destacou que a plateia era de “estudantes que vieram aqui para aprender e conviver, não apenas ter informação, mas formação”. Arnaldo Jardim acredita que “isso fará a diferença para o nosso setor, nosso Estado e nosso País”.

Para Arnaldo Jardim, o conhecimento gerado pela Secretaria e em instituições de ensino como a Fafram segue as orientações do governador Geraldo Alckmin, aproxima campo e ciência, e garante que o Brasil consiga cumprir seu papel de celeiro do mundo porque tem tecnologia de manejo, controle de doenças e pragas e operação de maquinário. Com menos de 10% de sua área total agriculturável, como quantificou o secretário, o Brasil tem como desafio produzir mais no mesmo espaço físico.

A produtiva relação entre Secretaria e Fafram é uma parceria de muitos anos que inclui ainda a comemoração do Dia do Agricultor no campus e o recolhimento de embalagens vazias de insumos usados no campo. O centro de recebimento de embalagens da Faculdade foi o terceiro a ser instalado no Brasil, e é o primeiro dentro de uma instituição de ensino contando com a participação dos alunos.

A programação termina nesta quinta-feira, 26 de outubro.

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Veja Também

Prev Next