Imprimir

MEC amplia o Fies para alunos de mestrado, doutorado e curso técnico

AddThis Social Bookmark Button

Alunos de cursos de mestrado, doutorado e educação profissional de nível médio também poderão recorrer ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para pagar suas mensalidades. Antes, o financiamento era disponível somente para alunos de graduação. A portaria que regulamenta a alteração foi publicada no 'Diário Oficial da União' desta quarta-feira (2). Governo aprova abertura de crédito extra de R$ 4,9 bilhões para o Fies O ministro da Educação, Henrique Paim, informou que o sistema será aberto nesta semana para adesão das instituições privadas e, depois, para adesão dos estudantes. Para aderir ao Fies, a instituição precisa ter cursos bem avaliados pelo Ministério da Educação. Segundo o MEC, a nova modalidade do Fies terá 31,6 mil potenciais beneficiários, matriculados em mais de 600 programas de pós-graduação stricto sensu ofertados por cerca de 170 instituições privadas. O Fies da Pós-graduação não atenderá cursos de especialização (lato sensu) nem cursos de ensino à distância. Alunos já contemplados com bolsas da Capes pelo Programa de Suporte à Pós-Graduação de Instituições de Ensino Particulares (Prosup) não poderão solicitar o financiamento.

Como funciona o Fies

Pelo Fies, durante o período de duração do curso, o estudante pagará, a cada três meses, o valor máximo de R$ 50, referente ao pagamento de juros incidentes sobre o financiamento. Após a conclusão do curso, o estudante terá 18 meses de carência para recompor seu orçamento. Encerrado este período, o saldo devedor do estudante será parcelado em até três vezes o período financiado do curso, acrescido de 12 meses.

Fonte: Globo Educação

Imprimir

Professora da FAFRAM participou como coordenadora em evento do CREA-SP

AddThis Social Bookmark Button

Prêmio Métiro Paulista.

A cerimônia de entrega do Diploma de Mérito da Engenharia e Agronomia Paulista e inscrição no Livro de Mérito do Crea-SP aconteceu no auditório do Espaço Técnico-Cultural do Crea-SP, em São Paulo.

Foram reconhecidos profissionais, entidades de classe, instituições de ensino e personalidades que, por suas ações, notabilizaram-se em prol da área tecnológica estadual e colaboraram para o aprimoramento das profissões regulamentadas pelo Sistema Confea/Crea, bem como para a qualidade de vida da sociedade em geral.

A homenagem é um importante instrumento de relacionamento do Conselho com a sua comunidade profissional, destacando aqueles que imprimem sua marca em segmentos importantes da sociedade.

As indicações foram feitas pelas Câmaras Especializadas e aprovadas pelo Plenário do Crea-SP. A inscrição no Livro do Mérito homenageia profissionais já falecidos.

A professora da FAFRAM Margareti Ap. Stachissini Nakano, que tambem é conselheira do CREA-SP, teve participação como coordenadora da Comissão Epecial do Evento ocorrido no dia 12/12/2013.  

Para mais informações sobre o Prêmio Métio Paulista, acesse: www.creasp.org.br

Imprimir

Fafram firma convênio de Estágio

AddThis Social Bookmark Button

 

A Faculdade Dr. Francisco Maeda firmou convênio de estágio com o Governo do Estado de São Paulo através da Secretaria de Agricultura e Abastecimento/Coordenadoria de Assistência Técnica Integral/CATI. O convênio beneficiará alunos dos cursos de Agronomia e Medicina Veterinária, que ao serem indicados pela FAFRAM poderão realizar atividades de estágio cumprindo a determinação do curso da realização do estágio obrigatório.

Conforme consta no Termo de Convênio a Instituição de Ensino deverá indicar o aluno que queira realizar o estágio na CATI 30 dias antes do início do estágio.

O aluno tendo disponibilidade poderá fazer o estágio em qualquer C.A, EDR ou outro órgão em qualquer região do estado de São Paulo, desde que tenha instalações adequadas e o técnico orientador apto para supervisionar o trabalho. 

São 10 vagas por curso (simultaneamente), ou seja, à medida que os alunos terminem o estágio outros podem começar, de forma que não poderá ter mais que 10 (alunos) por curso ao mesmo tempo.

O tipo do estágio é o obrigatório, sem remuneração e todas as despesas com alimentação, deslocamento e hospedagem serão pagas com recursos do aluno, e o estágio deverá ser cumprindo em período previsto.

Para mais informações sobre este convênio de estágio entrar em contato com a Secretaria da Fafram.

Imprimir

Calendário Acadêmico 2014

AddThis Social Bookmark Button

Hoje, dia 18 de dezembro 2013 foi publicado o calendário acadêmico referente ao ano letivo de 2014 da Faculdade Dr. Francisco Maeda. O Calendário é oficial porem ainda poderá passar por modificações.

O calendário 2014 pode ser visualizado aqui

 

Imprimir

Fafram formou novas turmas de Agronomia e Veterinária

AddThis Social Bookmark Button

Foi realizada ontem, 5 de julho, a solenidade de formatura da 44ª Turma de Agronomia e da 9° Turma de Medicina Veterinária, da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram) - instituição de Ensino Superior mantida pela Fundação Educacional de Ituverava.

Pela manhã, os 50 formandos de Agronomia e os 14 de Medicina Veterinária, fizeram o plantio da árvore da turma, às 10h e 10h30, respectivamente. Em seguida, as duas turmas descerraram a placa dos formandos. Para as 19h, estava prevista a Celebração da Palavra e, às 19h30, a Colação de Grau no campus II da FE (Sítio das Acácias).

De acordo com o diretor da Fafram, Márcio Pereira, a formatura marcará, para sempre, a vida dos formandos. "Tanto para a instituição quanto para os formandos é uma grande conquista. São mais 64 formados, que saem da instituição de ensino como profissionais competentes, que certamente atuarão no mercado de trabalho com responsabilidade e comprometimento", diz.

Formaturas
A 44ª Turma de Agronomia, que recebeu o nome de "Dr. José Antônio de Souza Rossato Júnior", professor da Fafram, teve como padrinho o professor René Porfírio Camponez do Brasil; a patronesse foi a agropecuarista, Geralda Rodrigues da Rocha Bernardini. O paraninfo foi o também agropecuarista, Kenyti Okano.

"Foi uma experiência muito boa, pois a instituição d ensino é muito conceituada e tem uma grande representatividade no país, o que ajuda, inclusive, no desenvolvimento de Ituverava. Estou me preparado e espero muito sucesso profissional", diz o formando do curso de Agronomia, Cássio Souza Yamada.

Medicina Veterinária
A 9° Turma de Medicina Veterinária recebeu o nome de "Dr. Leoman Almeida Couto". O padrinho foi o professor Cléber Jacob Silva de Paula; a patronesse foi a professora Marly Cristina Pinto Wanderley e o paraninfo o professor Leoman Almeida Couto.

Imprimir

Resultados do Processo Seletivo Prova dia 20/10/2013

AddThis Social Bookmark Button

VESTIBULAR 2014

Acompanhe o resultado do Processo Seletivo que teve Prova realizada no dia 20/10/2013

 

RESULTADO

04/11/2013 - CLASSIFICAÇÃO POR CURSO

21/10/2013 - GABARITO

 

MATRÍCULAS

Matrícula da 1ª chamada: 05 e 06/11/2013
Matrícula da 2ª chamada: 07 e 08/11/2013
Matrícula da 3ª chamada: 11 e 12/11/2013

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA MATRÍCULA

2 Cópias do Certificado de Conclusão do 2º Grau ou Histórico escolar
2 Cópias da Certidão de Nascimento ou Casamento
2 Cópias da Carteira de Identidade (RG)
2 Cópias do CPF ou CIC
2 Fotos 3x4, recentes
1 Comprovante de residência

Imprimir

Alunos participam de programa ciências sem Fronteiras

AddThis Social Bookmark Button

Programa incentiva os estudos de universitários brasileiros em qualquer país do mundo

Os universitários Flávio Batista e Elcio Hissagy Samecima Jr., da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), participarão do programa de intercâmbio estudantil “Ciências Sem Fronteiras”, do Governo Federal, que incentiva universitários brasileiros a estudar em outros países.

Os estudantes passarão um ano e meio na secular Universidade de Winconsin, em River Falls, no Norte dos Estados Unidos. Eles partem de Franca – cidade onde residem – no dia 22 de agosto, devendo se apresentar na universidade até dia 27 do mesmo mês.

A hospedagem e alimentação serão custeadas pela Universidade de Winconsin. “Também receberemos do Governo Federal uma bolsa inicial de US$ 1,2mil para estabelecermos na cidade e, posteriormente, uma bolsa de US$ 300 mensais”, disse Batista.

“Será uma excelente oportunidade para obtermos mais experiência na área. Em meu caso, por exemplo, vou aprender Inglês e me especializar em Clínica Médica de Grandes Animais”, completou o estudante de Medicina Veterinária.

“É um intercâmbio muito bom para nós, estudantes, ainda mais sendo custeado pelo governo. Eu sempre tive vontade de estudar no exterior, agora e este projeto atendeu perfeitamente às minhas necessidades. Minha meta é aprender Inglês e fazer um curso de tecnologia na área de pesquisas”, concluiu Elcio Hissagy Samecima Jr., aluno do curso de Agronomia da Fafram.

Ciência Sem Fronteiras
O Programa Ciência sem Fronteiras, do Governo Federal, tem a finalidade de ampliar os conhecimentos dos estudantes brasileiros através do intercâmbio de estudos com os mais renomados centros de pesquisas do mundo.

O investimento nesses jovens estudantes é também um investimento no futuro do Brasil, visto que o Programa busca expandir e internacionalizar a ciência e a tecnologia do país nas áreas de Engenharia, Ciências Exatas e Biológicas, Saúde, Computação, Tecnologia, Meio Ambiente e Indústrias Criativas através da qualificação dos estudantes.

O que é o Programa Ciência sem Fronteiras?

O Programa Ciência sem Fronteiras foi idealizado pelos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC) e suas respectivas instituições de apoio, que são a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Para participar, o universitário deve fazer inscrição no site do MCTI, e participar de projeto na área de pesquisa, na instituição de ensino superior onde estuda. A instituição, por sua vez, deve estar devidamente credenciada na área de Pesquisa e Extensão.

Veja Também

Prev Next