Imprimir

Caminhos da reciclagem é tema do programa "Campo Limpo"

AddThis Social Bookmark Button

Cerca de 2 mil estudantes de 21 escolas da região participarão de evento já tradicional

Teve início oficialmente, nesta semana, o Programa de Educação Ambiental “Campo Limpo”. Desenvolvido pelo Instituto Nacional de Embalagens Vazias de Agrotóxicos (inpEV), o programa promove ações entre estudantes matriculados nas escolas do entorno das unidades de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas.

Na região de Ituverava – onde está instalada a Central de Recebimento de Embalagens de Agrotóxicos, mantida pela Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram) –, 21 escolas deverão participar do Programa, que está em sua quarta edição.

“A previsão é que cerca de 2 mil alunos das cidades de Ituverava, Miguelópolis, Guará, Itirapuã e Restinga recebam orientações propostas pelo Programa”, explicou a professora da Fafram, Regina Eli de Almeida Pereira, que coordena a Central de Embalagens.

Segundo ela, outras atividades também estão previstas, como o Dia Aberto à Central de Embalagens, que ocorrerá em agosto. “Será um dia aberto para que estudantes visitem a Central e conheçam o trabalho desenvolvido pela Fafram”, disse Regina.

Os alunos das escolas envolvidas ainda participarão da 9ª edição dos Concursos de Desenho e Redação, disputados em âmbitos municipal, estadual e nacional, realizados no Dia Nacional do Campo Limpo.

Objetivo
A iniciativa tem o objetivo de apoiar as instituições de ensino, oferecendo-lhes complementação de conteúdos curriculares com temas relacionados ao meio ambiente e alinhados às recomendações dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN).

“Os alunos do 4º e 5º ano do Ensino Fundamental receberão kits pedagógicos, com abordagem multidisciplinar. Com o tema “Caminhos da Reciclagem”, o kit é composto por um caderno do professor, que traz propostas de atividades práticas com foco na coleta de resíduos, e também contém materiais ludo-educativos de apoio para sala de aula: pôsteres sobre o ciclo de vida das embalagens e jogo de perguntas e respostas, com cartas, sobre o tema”, explicou a coordenadora do projeto.

“A temática adotada introduz de forma criativa assuntos presentes no dia-a-dia dos alunos, como o descarte, a reutilização e reciclagem dos resíduos sólidos. O tema estimula atitudes ambientalmente corretas com o objetivo de promover a mudança de comportamento dos estudantes”, afirmou o diretor-presidente do inpEV, João Cesar M. Rando.

Veja Também

Prev Next