Imprimir

Professora de Agronomia da FAFRAM conclui doutorado na Unesp

AddThis Social Bookmark Button

Pesquisa levou três anos e meio para ser concluída

A professora Lívia Cordaro Galdiano Chicone, do curso de Agronomia, da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), apresentou, nesta semana, sua tese de Doutorado na Unesp-Jaboticabal. A pesquisa – cujo título foi “Qualidade da Matéria-Prima da Cana Soca Submetida à Aplicação de Maturadores em Dois Ciclos” – foi orientada pelo professor Miguel Ângelo Mutton e demorou três anos e meio para ser concluída.

A banca examinadora da universidade que analisou a tese, foi composta pelos professores doutores Ailton Antônio Casagrande, Silvelena Vanzolini Segato, Antônio César Bolonhese e Rafaela Rosseto.

“Minha pesquisa foi baseada na disciplina que leciono na Fafram. É continuação de minha tese de mestrado. Por já atuar nesta área, eu me senti mais confortável em trabalhar este tema”, disse a professora, em entrevista à Tribuna de Ituverava.

Ela agradece o apoio que recebeu da Fafram. “Obtive todo o respaldo desta instituição de ensino, que nos proporciona excelente preparo. É uma escola ótima, com estrutura privilegiada e corpo docente de primeiro nível. A todos, meu muito obrigado”, completa.

Lívia é casada com Adriano César Vieira Chicone e tem o filho Nicolas.

A Tese
Em entrevista à Tribuna de Ituverava, Lívia explicou que o objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de maturadores, na socadeira da cana de açúcar, ou seja, analisar a matéria-prima.

“Depois de mais de 3 anos de pesquisa, conclui que a aplicação dos maturadores deve ser realizada em todos os anos, sob análise das condições climáticas e planejamento da cultura. Como resultado, a qualidade da cana atinge seu máximo depois de 30 dias da aplicação”, concluiu Lívia.

Veja Também

Prev Next