Imprimir

Projeto desenvolvido na FAFRAM é publicado em revista internacional

AddThis Social Bookmark Button

Pesquisadores realizaram trabalho utilizando colostro bovino na alimentação de bezerros

Pesquisa desenvolvida pelo veterinário Romeu Moreira dos Santos, ex-aluno da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), a professora da instituição de ensino, Fabiana Garcia Christovão, e os acadêmicos Antônio Marcos Piraice, Renan Furtado Oliveira, Beatriz Lopez Pena, Gabriela Azevedo Araújo, foi publicada na revista internacional InforLeite.

A publicação foi na edição deste mês do periódico científico, considerado um dos mais importantes da área de agropecuária. O projeto publicado foi “Silagem de Colostro”, desenvolvido no setor de Bovinocultura Leiteira da Fafram.

“A finalidade é substituir o leite administrado nos primeiros dias de vida do bezerro pela silagem de colostro, visando maior economia para o produtor rural”, explicou o veterinário Romeu Moreira dos Santos, ex-aluno da faculdade.

Segundo ele, o foco da pesquisa foi a utilização do colostro, um produto sem valor comercial, que na maioria das vezes é descartado pelos produtores.

O colostro, que é o primeiro leite da vaca, é rico em anticorpos, proteínas e lipídios, entre outras substâncias essenciais para o desenvolvimento do bezerro, que geralmente é produzido em excesso.

Processo
O veterinário Santos, explica o processo. “Foram armazenados todo o excesso de colostro produzido pelas vacas em garrafas pets, devidamente higienizadas, sem a presença de ar, para posterior fermentação anaeróbica e formação da silagem de colostro. Os resultados obtidos demonstraram que houve diferença significativa nos bezerros alimentados com o leite com silagem de colostro, gerando uma economia mensal de 120 litros de leite/bezerro, que poderá ser comercializado, representando economia para o produtor”, complementou Santos.

O diretor da Faculdade, Márcio Pereira, elogiou o trabalho do veterinário e dos alunos do curso de Veterinária da Fafram. “Ficamos orgulhosos pelos esforços dos nossos alunos sendo reconhecido, o que comprova a qualidade do ensino de nossa instituição, com 25 anos de lutas e conquistas”, concluiu.



Colostro ajuda a regular o próprio sistema

imunológico em desenvolvimento:


É rico em vitamina A que ajuda a proteger os olhos e a reduzir as infecções.

Ao estimular os movimentos intestinais para que o mecônio seja rapidamente eliminado, ajuda na prevenção da icterícia.

Vem em volumes pequenos, de acordo com a capacidade gástrica de um recém-nascido.

Veja Também

Prev Next