Imprimir

Parcintec da Fafram atua em prol de inovação tecnológica

AddThis Social Bookmark Button

banner-parcintec

Em Ituverava, o programa funciona desde 2008, buscando o desenvolvimento sustentável do agronegócio na região

Pensando em melhor atender à demanda por tecnologia em Ituverava e região, a Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram) - instituição de Ensino Superior mantida pela Fundação Educacional de Ituverava - dispõe do Programa de Parcerias de Inovação Tecnológica (Parcintec), que é um projeto institucional envolvendo áreas públicas e privadas. com o objetivo de prover, a partir do agronegócio e tendo como base a inovação, o desenvolvimento sustentável da região.

Em Ituverava, o programa funciona desde 2008, e é uma parceria entre a Embrapa, o Grupo de Apoio à Inovação e Desenvolvimento do Agronegócio Regional, Prefeitura de Ituverava e Fundação Educacional de Ituverava, através da Fafram.

Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, o diretor da Fafram, Márcio Pereira, explica sobre o funcionamento do Parcintec. “O programa funciona através da união de esforços técnicos, materiais e administrativos, promovendo de forma institucionalizada a transformação do conhecimento científico e tecnológico em inovação”, afirma o diretor.

“A área de atuação envolve os municípios de Ituverava, Aramina, Buritizal, Guará, Igarapava, Ipuã, Miguelópolis, Morro Agudo, Nuporanga, Orlândia, Sales de Oliveira e São Joaquim da Barra, totalizando uma área cultivada de mais de 570 mil hectares”, ressalta Pereira.

Ainda de acordo com ele, o Parcintec “atende demandas específicas; intermedeia contato entre instituições de pesquisa e setor produtivo; intermedeia contratos entre instituição de assistência técnica e transferência de tecnologia pública e privada; organiza e participa de eventos técnicos e de treinamentos; como palestras, cursos e dias de campo; treinamento de mão-de-obra e propõe ações de inovação e desenvolvimento”.

Agronomia

O desenvolvimento de tecnologias voltadas ao campo, idealizadas pelo Parcintec, se tornam ainda mais importantes devido ao curso de Agronomia que funciona na Fafram, e considerado um dos melhores do país, tanto pela qualidade do corpo docente quanto pela estrutura para as aulas teóricas e práticas.

O Programa de Parcerias de Inovação Tecnológica (Parcintec) funciona de segunda a sexta-feira, no Campus II da FE (Sítio das Acácias), das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h.

Estação Meteorológica

Outro projeto do Parcintec em Ituverava é a Estação Meteorológica, também instalada na Fafram. Através do aparelho, é possível saber a respeito de temperaturas, quantidades de chuvas e ventos em Ituverava.

Parcintec

O objetivo do Parcintec é identificar demandas e promover a articulação de parcerias e ações institucionais com o objetivo de potencializar o atendimento delas. Para tanto, envolve as unidades da Embrapa e outras instituições do Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária, bem como instituições científicas, universidades, governos e setor privado.

A partir daí, os parceiros desenvolvem programas de atendimento às necessidades dos diversos segmentos do setor agropecuário destes municípios e regiões.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Ações beneficiam não apenas os estudantes da instituição, mas toda a sociedade

AddThis Social Bookmark Button

Considerada uma referência regional em ensino, a Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), instituição de Ensino Superior mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, desenvolve um importante trabalho social, oferecendo cursos, projetos e ações que beneficiam não apenas os seus estudantes, como toda a sociedade.

Entre os principais, estão a Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxico, o Programa Comunidade Fafram e o Programa Melhorando a Vida no Campo. Além disso, anualmente a instituição promove o Dia Nacional da Responsabilidade Social.

A Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxico da Fafram funciona há treze anos, e é a única gerenciada por uma faculdade. Além de receber, processar e reciclar embalagens de agrotóxico, a central desenvolve ações sócio-educativas, como palestras e treinamentos sobre o uso correto e seguro de agrotóxicos, coleta solidário com doação de alimentos a entidades carentes de Ituverava e região, doação de mudas na Semana do Meio Ambiente e promove o Dia Nacional do Campo Limpo, evento realizado anualmente.

“O central tem o objetivo de atender agricultores e empresas ligadas ao agronegócio, recebendo embalagens vazias de agrotóxico, as quais são encaminhadas para a reciclagem ou incineradas”, explica o diretor da Fafram, Márcio Pereira.

“Em 2010, a central conquistou o 1° lugar em nível nacional no XXIII Prêmio Mérito Fitossanitário na categoria Campo Limpo. Em 2011, foi a 1ª colocada n categoria de centrais de médio porte e 2° lugar em nível nacional na avaliação do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV).

Programas

Já o Programa Comunidade da Fafram oferece palestras educativas e vocativas realizadas pelos alunos da Fafram em escolas da rede pública e privada de Ituverava; mini-cursos de capacitação, como construção de hortas, culinária, jardinagem, entre outros; Revenda Responsável, que é a orientação às revendas agropecuárias; Projeto Carroceiro, que é a orientação e acompanhamento dos animais de tração da região; projeto de castração gratuita de animais de rua para a população carente; Inclusão Digital, que são cursos de informática à população carente e à terceira idade, e a Zooterapia, que funciona junto aos alunos da Associação de Pais e Amigos de Excepcionais (Apae).

Há ainda o Programa Melhorando a Vida no Campo, que já levou informação e conhecimento a mais de 12 mil pessoas, através de assistência técnica gratuita aos feirantes de Ituverava e introdução do Selo Fafram, selo de qualidade conferido aos feirantes que desenvolveram boas práticas agrícolas; grupo de estudos sobre assuntos de sustentabilidade e caracterização dos pescadores, piscicultores e ribeirinhos dos municípios de Guará, São Joaquim da Barra, Ituverava e Ipuã.

Responsabilidade social

Entre as atividades do Dia Nacional da Responsabilidade Social, evento promovido anualmente pela Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), estão: o projeto carroceiro, para atendimento a cavalos e castração de cães no Hospital Veterinários; aferição de pressão e glicemia realizadas pelos alunos do curso de Enfermagem; projeto de Educação Ambiental, promovido pela Central de Recebimento de Embalagens; Projeto de Inclusão Digital e várias atividades recreativas.

Durante o evento, também são apresentados os cursos de graduação oferecidos pela Fafram: Agronomia, Direito, Enfermagem, Medicina Veterinária e Sistemas de Informação.

“Essas iniciativas de responsabilidade social são imensamente importantes, pois tudo é feito pensando em proporcionar benefícios à comunidade e oferecer mais aprendizado aos alunos, com diversas atividades práticas que os colocam em contato com suas futuras profissões”, completa o diretor Márcio Pereira.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Recepção dos Calouros 2015 FAFRAM

AddThis Social Bookmark Button

A Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram) realizou, nos dias 9, 10 e 11, a tradicional Recepção de Calouros dos cursos de Agronomia, Medicina Veterinária, Direito, Enfermagem e Sistemas de Informação. O evento foi realizado no campus II (Sítio das Acácias), onde funciona a instituição de ensino.

Programação

Os calouros dos cursos assistiram na segunda-feira dia 09/02, a apresentação da Faculdade através do diretor Marcio Pereira, apresentação da Biblioteca e apresentação dos coordenadores dos cursos.

A faculdade ofereceu também um almoço de confraternização, com a presença dos pais, alunos coordenadores, professores e funcionários da instituição de ensino superior.

Na terça-feira dia 10/11 palestra "Drogas lícitas e Ilícitas" com a Dra. Cristina Marcia Wolf membro do CONSEG( Conselho Municipal de Segurança), também a palestra "Direitos e Deveres do cidadão ituveravense", com o Tenente Regis Antônio Mendes, da Policia Militar, visita técnica e um almoço oferecido pela faculdade.

Na quarta-feira dia 11/12 – visita técnica as propriedades da região para o curso de Agronomia

foto01

foto08

foto01a

 

Imprimir

Fafram conta com vários laboratórios de pesquisa

AddThis Social Bookmark Button

banner-laboratoriosLaboratórios são utilizados em aulas práticas, trabalhos e pesquisas

Além da qualidade de ensino e excelência do corpo docente, as instituições de Ensino Superior mantidas pela Fundação Educacional de Ituverava, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL) e Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), se sobressaem pela qualidade na estrutura de seus campi.

No caso da Fafram, por exemplo, existem diversos laboratórios, utilizados em aulas práticas, trabalhos e pesquisas dos alunos dos cursos de graduação em Agronomia, Ciências Biológicas, Medicina Veterinária e Enfermagem, e dos cursos técnicos em Enfermagem e Química.

Com aparelhos de última geração, os laboratórios são fundamentais para oferecer aos estudantes a oportunidade de conhecer, na prática, aquilo que aprendem na teoria, em sala de aula.

Laboratórios

Atualmente a instituição conta com os laboratórios de Análises de Solos e Foliar, Fitopatologia, Sementes, Fisiologia Pós-Colheita de Frutas e Hortaliças e de Pré-Processamento de Produtos Vegetais, Aquicultura e Climatologia Agrícola.

O Laboratório de Análises de Solos e Foliar é responsável pela análise de solo, oferecendo análise básica, micronutrientes e granulometria; análise foliar de macronutrientes e micronutrientes, e análise bromatológica, com matéria seca, proteína bruta, FDN (fibra detergente neutro), FDA (fibra detergente ácido) e lignina.

O Laboratório de Fitopatologia realiza análise fitopatológica e de sanidade de sementes, enquanto o Laboratório de Sementes faz análise de sementes, abrangendo germinação e vigor.

O Laboratório de Fisiologia Pós-Colheita de Frutas e Hortaliças e de Pré-Processamento de Produtos Vegetais realiza análise bromatológica, abrangendo composição química de matéria-prima vegetal e seus derivados, e assessoria, abrangendo controle de qualidade, tecnologia para armazenamento, embalagem e distribuição de produtos vegetais e análise de qualidade.

O Laboratório de Aquicultura realiza pesquisas nas áreas de lavricultura de peixes e nutrição e alimentos de peixe, enquanto o Laboratório de Climatologia Agrícola realiza monitoramento de parâmetros atmosféricos, repasse de dados meteorológicos a instituições públicas e privadas e assessoria técnica.

Conhecimento prático

Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, o diretor Márcio Pereira ressalta a importância dos laboratórios para o aprendizado dos estudantes. “É muito importante porque melhora a qualidade de ensino dos estudantes através do conhecimento prático obtido nos laboratórios, em áreas que estão diretamente ligadas com a sua formação”, enfatiza.

“A Fafram busca sempre oferecer o melhor aos seus alunos, pois a instituição sabe da importância do conhecimento prático no mundo acadêmico”, finaliza Pereira.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Casais festejam casamento comunitário com surpresas

AddThis Social Bookmark Button

O evento foi realizado no Campus II da Fundação Educacional de Ituverava (Fafram)

Clique aqui para acessar mais fotos deste evento

Foi no último sábado, dia 25 de outubro, a festa dos 27 casais que participaram do Casamento Comunitário, na Faculdade Doutor Francisco Maeda (Fafram), Campus II da Fundação Educacional de Ituverava. Prestigiaram o evento o diretor da Fafram, Márcio Pereira, a professora Regina Eli de Almeida Pereira, o coordenador do curso de Direito, professor doutor Paulo de Tarso Oliveira e o médico Dr. José Ângelo Sicca.
O casamento foi organizado por alunos do curso de Direito da Fafram, com a colaboração dos funcionários e sob a supervisão da Oficial do Cartório de Registro Civil, Professora Doutora Erika Rubião Lucchesi, que também é professora do curso de Direito.

Nos dias 23 e 24, quinta e sexta-feira, foi realizada a cerimônia oficial no Cartório de Registro Civil, conduzido pela Oficial do Cartório, Érika Rubião Lucchesi e pelo juíz de paz Fúvio de Souza Matos.

Festa
A festa começou às 12h de sábado, dia 25, com as noivas recebendo um buquê, e entrada dos casais pelo pátio da Fafram, e entrega da certidão do casamento civil pela oficial do cartório.

Os alunos de Direito fizeram uma homenagem a doutora Érika Rubião Lucchesi. Em seguida os noivos brindaram a união, e servido um almoço, doces e, no final, foi cortado o bolo. Diversos brindes doados pelo comércio e comunidade foram sorteados.

Os casais receberam também dos funcionários do Cartório de Registro Civil um porta-retratos com a foto do casamento civil.


“O evento foi maravilhoso. A iniciativa dos alunos em preparar um casamento comunitário foi, de longe, uma das experiências mais especiais e gratificantes que vivi. Alunos comprometidos, fazendo o bem às pessoas que não conhecem e casais recebendo uma festa linda, que começou com a doação de vestidos e ternos para os noivos, maquiagem e penteado das noivas.

O evento contou com a colaboração da comunidade ituveravense, como inúmeros patrocinadores, motivo pelo qual foi possível oferecer uma festa com almoço, bolo, docinhos, entrega de lembrancinhas aos presentes e sorteio de brindes para os casais e convidados. Foi um dia inesquecível. Fiquei emocionada", revelou a Oficial do Cartório Érika Rubião Lucchesi.

Realização de sonho
Uma das noivas, a técnica em enfermagem Lenir dos Santos Delgado, afirmou que o Casamento Comunitário foi uma oportunidade de realizar seu sonho. “O casamento foi a realização de um sonho antigo, pois, após 13 anos de união e com dois filhos maravilhosos, pude oficializar o matrimônio com o homem que escolhi e amo”, disse.

A diarista Lidiane Cristina da Silva Costa elogiou o Casamento Comunitário. “Foi emocionante, tudo muito bem organizado, além de várias surpresas, inclusive cabeleireiros e maquiadores que foram para arrumar as noivas. Foi a realização de um sonho, que demorou, mas aconteceu”, destacou.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Comunicados da Fundação Educacional de Ituverava

AddThis Social Bookmark Button

 
A Fundação Educacional de Ituverava disponibiliza à comunidade acadêmica e a quem interessar os seguintes comunicados:

Imprimir

Fundação Educacional adere à Campanha “Outubro Rosa”

AddThis Social Bookmark Button
Instituição promoverá diversas ações de conscientização e prevenção ao longo do mês
 
Aderindo ao movimento internacional “Outubro Rosa”, a Fundação Educacional de Ituverava preparou diversas atividades para serem desenvolvidas ao longo deste mês. A primeira delas foi a colocação de iluminação especial na fonte na entrada da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), que ocorreu na última semana.
 
Para a próxima segunda-feira, 13 de outubro, a FE programou palestra voltada às suas colaboradoras, esclarecendo dúvidas sobre o câncer de mama.
 
A Fundação Educacional de Ituverava, em parceria com a Santa Casa de Misericórdia de Ituverava e com o AME (Ambulatório Medico de Especialidades) também realiza, no sábado, dia 18 de outubro, mamografias gratuitas em todas as mulheres de Ituverava, na faixa etária de 50 a 69 anos, que é considerado o grupo de risco, e de 40 a 50 anos.
 
No dia de atendimento, que será no AME e na Santa Casa das 7h às 17h, as mulheres precisam levar a fotocópia do CPF e RG, Cartão do SUS e um comprovante de residência.
 
Após este período a Santa Casa e o AME continuam agendando os exames gratuitamente até o dia 31 de outubro.
 
Campanha
 
De acordo com o presidente da Fundação Educacional de Ituverava, César Luiz Mendonça, o objetivo da adesão à campanha é conscientizar as mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama.
 
Segundo o Inca (Instituto Nacional de Câncer) o câncer de mama é o tipo mais frequente no mundo, e mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. Se diagnosticado e tratado precocemente, as chances de levar uma vida normal são grandes.
 

Veja Também

Prev Next